Conhecendo meu trabalho

Estudos preliminares

2
Estudos preliminares

    No post anterior falei sobre o que é o Projeto de interiores em seu contexto geral, neste, falarei sobre a primeira etapa que é realizada no projeto: os estudos preliminares.

    Nesta etapa é feita a entrevista com o cliente, para que seja possível conhecê-lo e saber seus gostos, seu estilo de vida, suas necessidades e desejos, pois só assim é possível fazer um projeto personalizado que fique de acordo com o que ele quer e precisa. Também são conhecidos quais ambientes serão projetados e todos os elementos arquitetônicos, técnicos e decorativos que virão a compor o projeto. É preciso conhecer as pessoas que moram na casa, conhecer o perfil de cada uma delas, como vivem, o que gostam de fazer, suas características pessoais, quais ambientes que serão destinados a cada uma delas para que sejam personalizados de acordo com suas necessidades. Cada ambiente deve ter uma funcionalidade específica e projetada para tal, portanto os sonhos, desejos e necessidades de cada morador devem ser cautelosamente analisados.

    Após tudo isso são levantados os dados de cada ambiente a ser projetado, como medidas e os projetos estrutural, hidráulico e elétrico que sejam pertinentes ao projeto de interiores.

Levantamento do ambiente

Levantamento do ambiente

    O mesmo serve para ambientes comerciais, não são moradores, mas são pessoas que vivem naqueles ambientes a maior parte de seu dia, portanto também é preciso analisar com calma cada detalhe sobre os funcionários e sobre o seu trabalho em si. Levando em consideração que quando se trata de ambientes comerciais, dependendo da empresa, devem ser seguidas normas técnicas, porém, em questão de conhecimento do cliente, do projeto e das necessidades, praticamente se levam em conta as mesmas coisas do projeto residencial.

    Assim inicia-se a proposta do projeto de cada ambiente, podendo ser feito um layout/esboço em planta baixa das ideias do cliente e também sugestões e detalhes propostos pelo profissional ficando mais fácil a visualização das sugestões dadas, que são esboçadas de forma rápida para melhor entendimento. Nesta hora é possível saber se é realmente aquilo que o cliente deseja e se o projeto pode realmente seguir aquela linha de raciocínio. São feitos quantos esboços forem necessários até que seja possível chegar à proposta que mais se adeque às necessidades e desejos do cliente. 

Layout do projeto

Layout do projeto

Nesta etapa do projeto, se necessário, podem ser feitas visitas à lojas para escolher alguns produtos que poderão ser inseridos no projeto, assim fica mais fácil para definir os ambientes com as medidas e modelos de produtos reais que são possíveis de serem adquiridos pelo cliente. Assim, definidos esboços, ideias, sugestões, produtos e tendo captado bem as necessidades do cliente é possível dar início ao projeto propriamente dito mais detalhado e especificado.

    NO PRÓXIMO POST VOCÊS SABERÃO MAIS SOBRE O ANTEPROJETO, A SEGUNDA ETAPA!

    Podem entender um pouco mais acessando também meu site “www.designinteriores.com.br” para visualizar mais projetos em meu portfólio!

 

Sobre o autor

Profissional que procura atender aos clientes de forma qualificada e satisfatória garantindo que serão bem atendidos e que serão encontradas as melhores soluções para atender às suas necessidades melhorando sua qualidade de vida e sua auto-estima dentro do espaço em que vive ou trabalha.

Comentários (2):

  1. Jaqueline, sou estudante de Design de Interiores e tenho uma dúvida. Na fase de estudo preliminar, você apresenta os esboços ao cliente ou isso fica sendo apenas um estudo “seu”? Grata

    • Silvana
      No estudo preliminar faço alguns esboços com o cliente de algumas ideias iniciais mas trata-se mais da conversa com o cliente e entendimento do que ele quer e precisa.

Deixe uma resposta